Bolsonaro convence Bivar e presidência da Câmara dos Deputados vai ficar com outro partido da base

Responsável por dar a legenda ao presidente eleito quando todos lhe viravam as costas, Luciano Bivar, fundador do PSL e deputado federal eleito por Pernambuco, disse à revista Época que, depois de uma ligação de Jair Bolsonaro, abriu mão da disputa pela presidência da Câmara. Com isso abre-se o caminho para que o DEM através de Rodrigo Maia ou outro nome possa comandar a casa.

 

“Primeiro, houve aceitação muito grande não só dentro do partido, mas em outras legendas. Como estou na Câmara desde 1998, tenho muitos amigos em todos os partidos. Eu achava que seria muito interessante e que caberia ao PSL, maior partido do governo na Câmara, indicar" o novo presidente explicou ele.

 

Bivar foi convencido por um telefonema do presidente eleitor que ligou para ele e disse que gostaria de ampliar a base no congresso para fazer as reformas que o país precisa. "Ele me disse, Luciano, parece que somos autoritários se quisermos isso. Melhor deixar a presidência com outro partido’. Eu aceitei e abri mão de disputar”.

Ajude-nos a continuar nosso trabalho independente. Você jamais será livre, sem uma imprensa livre. Contribua.

Comentários