Opinião

Quem diria. Interferência do STF irritou senadores novos e ajudou preferido de Bolsonaro

Quem diria. Interferência do STF irritou senadores novos e ajudou preferido de Bolsonaro

02/02/2019 22:14

Por Vera Magalhães.

Tão logo terminou a votação, senadores admitiram que a interferência do STF na eleição do Senado acabou sendo um tiro de Renan Calheiros que saiu pela culatra.

A liminar de Dias Toffoli foi considerada uma violência contra a vontade da maioria do Senado, e serviu para que, com a ajuda do governo, Davi Alcolumbre galvanizasse apoios que não tinha assegurado na sexta-feira. A decisão dos senadores de mostrarem o voto foi a pá de cal final em Renan.

Comentários

Pedro Alberto - 3 de fevereiro de 2019

Como que um senador réu, cheio de processos nas costa quer ser presidente de um senado, isso e ridículo.

Bolsonaro escolheu certo o seu candidato ao senado, venceu quem nao tem nome sujo, se eu falar honesto posso queimar a minha mão.

Em relação ao STF, está se metendo muito nos outros poderes, os ministros tem a saber que cada poder tem a sua soberania.

[Reply]

Giovani - 3 de fevereiro de 2019

O feitiço virou contra o feiticeiro!

[Reply]

Isabel Cristina Santos Oliveira - 3 de fevereiro de 2019

O Brasil de Moro e Bolsonaro jamais poderá ser o de Ranan Calheiros. Glória a DEUS POR ESSA VITÓRIA

[Reply]

Opine e entre na discussão