Política

Presidente de Suape, Carlos Vilar, diz que algumas nomeações são políticas mas obedecem a critérios técnicos

Presidente de Suape, Carlos Vilar, diz que algumas nomeações são políticas mas obedecem a critérios técnicos

02/12/2018 18:46

Da Redação do Blog

O presidente do Porto de Suape, Carlos Vilar. admtitiu que existem nomeações políticas mas que os critérios técnicos não são desconsiderados. “Semana passada mesmo demiti cinco pessoas que não estavam trabalhando corretamente”  disse ele ao nosso blog. A explicação foi feita em referência a nota dada pelo colunista Cladio Humberto na sua coluna no Jornal do Commercio desse domingo.

 

Técnico respeitado no setor e da “escola” do ex-governador Roberto Magalhães, Vilar tem mais de 35 anos de vida pública e é um dos especialistas mais respeitados do Brasil. Chegou mesmo a ser convidado para a Secretaria dos Portos no Governo Federal. Ao contrário do que o colunista afirmou, existem três ( e não oito) pessoas ligadas ao deputado federal Eduardo da Fonte (PP).

 

“São três netas do ex-deputado Pedro Correia que, justiça seja feita nunca me pediu nada “, completou o administrador que tem dado um ritmo mais veloz na adminstração do Complexo Portuário de Suape – fundamental para o desenvovilmento do estado.

“A economia do estado passa por Suape que é um complexo portuário de dimensão internacional. lembrou ele que foi por muitos anos foi administrador do Porto do Recife. Carlos do Rêgo Vilar é economista e tem 72 anos de idade, dos quais 43 dedicados ao serviço público. É servidor de carreira do Porto do Recife, com vasta experiência na área portuária.

 

O blog também recebu nota de sua assesoria de imprensa. Confiram:

Resultado de imagem para carlos villar porto do recife e suape

“Esclarecemos que qualquer contratação para administração do Porto de Suape é, criteriosamente, por análise curricular, qualificação profissional – comprovada por experiência no mercado de trabalho e formação acadêmica.

 

Além disso, cada candidato é submetido a uma entrevista e dinâmica de grupo em que são avaliadas várias habilidades para o cargo. Ressaltamos ainda que a orientação da direção do órgão é utilizar, rigorosamente, de critérios técnicos para qualquer contratação.”

Comentários

Carlos Augusto - 3 de dezembro de 2018

Ele deu uma informação pela metade… As demissões dos 5 FANTASMAS que estavam em Suape foi por ordem do TCE de Pernambuco. Já as metas do PRESIDIÁRIO e CORRUPTO Correia, são estudantes e recebem como nível superior!!! Abre o olho TCE!!!

[Reply]

Opine e entre na discussão