Política

Foi constrangedor: Mano Brown humilha campanha do PT na cara de Boulos, Haddad e Manuela. Confira o vídeo

Foi constrangedor: Mano Brown humilha campanha do PT na cara de Boulos, Haddad e Manuela. Confira o vídeo

24/10/2018 09:16

O rapper Mano Brown detonou a campanha presidencial do PT durante comício petista na noite desta terça (23) no Rio de Janeiro. Em um discurso de pouco mais de três minutos, ele afirmou que a eleição já estava decidida e disse que se o PT “não conseguiu falar a língua do povo, tem que perder mesmo” na cara de Boulos, Haddad e Manuela.

“Mano, eu vim aqui representar a mim mesmo, não vim representar ninguém, certo? Eu não gosto do clima de festa. Não gosto… Acho que a cegueira que atinge lá, atinge nóis também. Isso é perigoso. Não tá tendo motivo pra comemorar. Tem sei lá, quase 30 milhões de votos pra alcançar aí. Não temos nem expectativa nenhuma para alcançar, para diminuir essa margem.”, disse o cantor, calando a platéia petista.

“Não estou pessimista, sou realista. Eu não consigo acreditar pessoas que me tratavam com tanto carinho, pessoas que me respeitavam, me amavam, que me serviam o café de manhã, que lavava meu carro, que atendia meu filho no hospital, se transformaram em monstros. Eu não posso acreditar nisso.”, relatou o rapper.

“Essas pessoas não são tão más assim. Se em algum momento a comunicação do pessoal daqui falhou, vai pagar o preço. Porque a comunicação é alma. Se não tá conseguindo falar a língua do povo, vai perder mesmo, tio. Certo?”, continuou ainda.

Mano Brown

Haddad e Manuela ouviram sentados o ‘esporro’ de Mano Brown

“Falar bem do PT para torcida do PT é fácil. Tem uma multidão, que não tá aqui, que precisa ser conquistada ou a gente vai cair no precipício. Eu tinha jurado pra mim mesmo nunca mais subir em palanque de ninguém. (…) Mas eu estou vendo casais se separando, amigos de 35 anos deixando de se falar. Tenho amigos…”, acrescentou Brown, sendo interrompido pela platéia que tentou puxar um grito pró-Haddad.

“Se eu puder falar vai ser bom também, vou parar também, já era e foda-se, certo?”, se revoltou Brown. Em resposta, parte dos petistas começaram a vaiar a fala, mas o rapper continuou.

“Tenho amigos que eu não tenho mais como olhar no rosto deles por causa de política. Não vim aqui pra ganhar voto porque eu acho que já tá decidido. Agora, se falhou, vai pagar, quem errou vai ter que pagar mesmo”, afirmou o cantor, recebendo ainda mais vaias dos petistas.

“Não gosto do clima de festa. O que mata a gente é a cegueira e o fanatismo. Deixou de entender o povão já era. Se nós somos o Partido dos Trabalhadores, o partido do povo, tem que entender o que o povo quer. Se não sabe, volta pra base e vai procurar saber. E as minhas ideia é essa, fechou”, completou.

Confira o vídeo.

Comentários

Eva Almeida - 25 de outubro de 2018

Esse cara é um mané, como muitos, eles estão se acovardando. Medo do bolsolixo e a quadrilha dele, por causa das constantes ameaças, que essa quadrilha Bolsonaro estão fazendo, detonando perseguindo e amedrontando todos nós eleitores do PT. Muitos estão passando para o lado inimigo, querendo salvar sua pele, pensando que com essa atividade, vão estar livres da ditadura Bolsonaro.

[Reply]

Allan Deivid Reply:

Eva, eu li direito? Você escreveu lado inimigo?? De onde você é? Nosso país não vai pra frente, justamente por ter pessoas que pensam assim, e não digo isso só do lado do PT não, é geral. Nós, povo, temos é que nos unir e não tornarmos inimigos uns dos outros, porque enquanto perdemos tempo nos atacando, os líderes de TODOS os partidos estão ficando cada vez mais rico, cada vez mais poderosos. Somos todos BRASILEIROS, e o único inimigo aqui são essa corja de políticos desonestos e safados, que não tem um mínimo de consideração pelo povo. Não odeie o seu próximo por ele pensar diferente, tente entender o porque ele pensa assim. Fica a dica a todos que brigam por causa de política.

[Reply]

Wagner - 25 de outubro de 2018

Acho que o mano Brown é realista. Pois só falou a verdade doa a quem doer.
TB acho pouca da vergonha na cara, Boulos lascar o pau no pt e depois querer ser amigo. Tem que comprar óleo de peroba pra passar na cara de pau dele.

[Reply]

Roberto - 26 de outubro de 2018

Temos que entender que perder faz parte de tudo na vida. Perder acontece. Temos que pensar é no futuro do País. Onde iremos adotando idéias medievais? Como querer que o mundo seja o mesmos dos tempos pós revolução industrial?A fila anda, o mundo muda. Mudam as pessoas, mudam os processos. A evolução é inexorável. Se queremos um lugar ao sol, um bom salário, uma casinha para morar, o reconhecimento do nosso valor, só existe um caminho SAUDÁVEL: – Procurar nosso lugar ao sol através do nosso próprio esforço. O Estado não pode e nem deve ser o PAI de todos. O mérito é a pérola da vida aqui na Terra. A competência e a competição são as molas do crescimento MORAL e INTELECTUAL. Chega de viver de esmolas, meu povo!

[Reply]

Rodrigo - 26 de outubro de 2018

Puxou pra auto-reflexão. É uma autocrítica que, querendo ou não, terão que fazer após as eleições. O eleitorado é exatamente o mesmo, então a parcela personalista e não cativa de eleitores que elegeu Lula agora compra Bolsonaro.

Pena que interpretação de texto – ou fala – não é exatamente o forte do brasileiro. E o discurso periga sair pela culatra.

[Reply]

Opine e entre na discussão